Salada de polvo, gengibre e pepino

Comi uma salada parecida (não tinha o pepino) num restaurante chinês e gostei muito. Hoje passei no parque Dom Pedro pra ver a exposição Tamanduateí de Paulo Penna (xilogravuras espalhadas pela cidade) do lado da zona cerealista e do mercado municipal. Não deu outra: comprei uns temperos, gengibre e no mercadão comprei minipolvo (baby octopus) porque a alusão que a exposição faz à água, ao mar, peixes, etc. é muito forte e porque um cozinheiro não deixa passar em branco uma oportunidade de experimentar um prato novo, logo hoje que chegou visita de Caruaru na minha casa (minha prima Diana Bezerra). Aí peguei as dicas de como cozinhar o polvo com o peixeiro (7 minutos na pressão) e pronto: correr pro abraço ou melhor pra cozinha!

Ingredientes (3 a 4 porções):

. 500g de minipolvo já limpo (ou polvo normal), 1/2 cebola roxa picadinha, 1 pepino japonês em rodelas ou picado (opcional), 2 colheres de gengibre picadinho, 1 colher de café de sal, 1 colher de chá de açúcar, 1/2 meia xícara de café de saquê (opcional), 1/2 xícara de café de óleo de gergelim ou azeite de oliva, 1 xícara de café de vinagre de arroz.

Modo de preparo:

1. Leve o polvo limpo e lavado (eu já peço ao peixeiro pra deixá-lo limpo) ao fogo numa panela de pressão, sem água nem sal, e conte 7 minutos a partir do barulho da panela (chiado indicando que pegou pressão). Desligue o fogo e deixe esfriar um pouco, abra a panela e retire o polvo (ele encolhe bastante).

2. Corte o polvo em pedacinhos e misture com os outros ingredientes numa tigela e sirva na hora ou deixe gelar um pouco.

 

Anúncios